No final da década de 1920, o futebol deixava de ser um esporte provinciano, e elitista, e se tornava a paixão nacional que conhecemos hoje. E um dos fatos que motivaram a popularização do futebol no Brasil foi a criação do concurso de melhor jogador do ano. Todos queriam saber quem tinha sido o melhor!

Promovidos pelas marcas famosas de então, os concursos tinham a participação do povo, a quem cabia a indicação do futebolista de maior destaque. Em 1930, um jogador vascaíno foi indicado: Russinho, centroavante de 27 anos. Russinho vivia o melhor momento de sua carreira e brilhou naquela temporada.

Assim, Russino escreveu sua história no Vasco. E o Vasco, sua história no Brasil ao se sagrar campeão carioca de 1929 com uma campanha arrasadora. Aquele foi o primeiro grande time cruzmaltino, tendo Russinho sido convocados para a Copa de 1930. Atuou pela seleção na segunda partida do torneio, contra a Bolívia.

Russinho ganhou o prêmio do Concurso Monroe, um carro esporte conversível da marca Chrysler que lhe foi entregue, em São Januário, num evento que reuniu milhares de torcedores e os dirigência do Clube. Russinho, São Januário e o Vasco fizeram história!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *